Projetos e Editais Imagem do Título Programa leva artistas para Floresta Amazônica

Publicado em 19/05/2016

Programa leva artistas para Floresta Amazônica

Estão abertas até o dia 15 de junho as inscrições para o Labverde, programa voltado para criadores que desejam compreender e refletir sobre as relações entre a ciência, a arte e o meio ambiente.

A jornada começa com uma viagem de barco a partir de Manaus e se aprofunda na Floresta com a vivência em uma Reserva Ecológica no coração da Amazônia. A imersão permite que um grupo de artistas explore diferentes escalas e perspectivas da Amazônia, com a mediação de especialistas na área de artes, humanidades, biologia, ecologia e ciências naturais.

São 10 dias de formação intensiva com palestras, oficinas, expedições e seminários. Dentre os temas abordados, serão aprofundados a representação da paisagem, a apropriação da natureza pelas artes, as soluções sustentáveis para a economia, os sons da natureza, as plantas alimentícias não convencionais, a mudança climática e os impactos ambientais, entre outros.

O objetivo é que o processo sirva de base para a criação de conteúdos inovadores no campo da cultura, a partir da identificação de problemas e soluções ambientais e a reflexão sobre o papel das artes na promoção do equilíbrio ecológico.

Podem participar artistas visuais, arquitetos, músicos, escritores, dançarinos e outros atores da cultura.

Os interessados devem preencher o formulário de inscrição disponível no site www.labverde.com e enviar para info.labverde@gmail.com com currículo resumido de 250 palavras; pré-projeto da ideia criativa de 500 palavras; e portfólio com cinco a 10 imagens.

O programa custa R$ 4.800 para brasileiros e residentes no Brasil e inclui alojamento, alimentação e traslados. Dois artistas serão selecionados para participar do programa isentos do valor de custo. Para tentar o subsídio, os interessados devem incluir na documentação de inscrição uma carta de motivação. Artistas com trabalhos de intersecção arte/natureza serão priorizados.

O programa foi desenvolvido em colaboração entre Manifesta Arte e Cultura
 e o Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA).

Fonte: Cultura e Mercado

Compartilhe:

Imagem Voltar