Projetos e Editais Imagem do Título Rio lança edital para a criação de 'Hollywood carioca'

Publicado em 05/08/2013

Rio lança edital para a criação de 'Hollywood carioca'

Se antes os cineastas brasileiros reclamavam da falta de dinheiro para fazer filmes, hoje, com o crescente financiamento público para o setor, o problema maior passou a ser a falta de infraestrutura.

É sob este diagnóstico que a RioFilme, empresa municipal de fomento audiovisual, quer lançar ainda neste mês um edital que prevê investimentos privados de no mínimo R$ 90 milhões para criar uma espécie de "Hollywood carioca".

O local será uma ampliação do atual Polo Rio Cine e Vídeo, na Barra da Tijuca (zona oeste). Criado em 1988, ele é a única alternativa de grande porte à produção independente audiovisual na cidade, mas nunca chegou a ser completamente concluído.

Hoje, seus oito estúdios, administrados por uma associação sem fins lucrativos formada por 86 produtoras, ocupam menos da metade do terreno disponível.

A Prefeitura do Rio vai licitar a área oferecendo a concessão por 30 anos, com obrigação de investimento: o vencedor precisará construir no mínimo 5.000 m² a mais de estúdios, além de reformar inteiramente os 5.000 m² existentes, num investimento mínimo de R$ 90 milhões.

Outro projeto da prefeitura é o da ocupação do quartel-general da Guarda Municipal, em São Cristóvão (zona norte), que será desativado. A ideia é construir ao menos dois estúdios de 400 m², sediar produtoras e locais para cursos de formação de mão de obra -o espaço total é de 25 mil m², em três andares.

"Estamos montando o estudo de viabilidade agora, é mais complexo. Queremos uma fração maior do espaço para cursos e coisas do gênero, que não dão receita", diz Muselet.

Como no caso do edital do Polo Rio, ele diz que pretende criar um projeto que não envolva dinheiro público ("Sempre dá para fazer só com dinheiro privado"). O plano para o local deve ser anunciado no próximo FestRio, no final de setembro.

 

Fonte: Folha.com

Compartilhe:

Imagem Voltar