Projetos e Editais Imagem do Título RioFilme lança edital de R$ 1,5 milhão para web

Publicado em 12/03/2014

RioFilme lança edital de R$ 1,5 milhão para web

Inspirada por sucessos virtuais como o Porta dos Fundos, a “Galinha Pintadinha” e o “Esporte Interativo”, que computam milhares de cliques todos os dias na internet, a RioFilme lança nesta quarta-feira no Rio de Janeiro uma linha de apoio à produção de conteúdo audiovisual para web. O projeto, que pretende distribuir R$ 1,5 milhão entre 15 e 30 webséries e fomentar a produção carioca, conta ainda com o apoio do YouTube. O gigante americano ficará encarregado de capacitar os cariocas que vencerem o edital aberto ao público a partir do dia 14 de abril. Os cursos dados pela empresa serão presenciais, gratuitos e para cerca de mil pessoas.

— Vários caminhos nos levaram a apostar nesta linha — diz Adrien Muselet, diretor comercial da RioFilme. — Primeiro que a garotada curte o formato web, e ele passou a ser mesmo a porta de entrada para muitos jovens de 15 a 25 anos que querem trabalhar com audiovisual. Depois, ao apoiarmos webséries, temos a certeza de que financiamos produtos com grande penetração. A internet é muito mais vista do que um festival de cinema, por exemplo. Por fim, também estimulamos a liberdade de discurso e apoiamos propriedades intelectuais valiosas que hoje estão nas mãos de empresas cariocas.

Muselet explica que a seleção dos vencedores será feita por uma banca especial, que ainda não foi definida, mas que será composta por “pessoas com experiência em conteúdo para internet”. O resultado, diz ele, sai até setembro, e o dinheiro, até novembro. O teto por projeto é de R$ 100 mil, e os contemplados terão que entregar pelo menos 52 capítulos de suas webséries — um por semana. Apesar da parceria com o YouTube, a publicação desses vídeos poderá ser feita em qualquer página da internet.

— É ótimo que a produção de conteúdo on-line passe a ser percebida como parte da cadeia do audiovisual — destaca Álvaro Paes de Barros, diretor de conteúdo do YouTube Brasil. — As pessoas vêm produzindo para plataformas online há tempo, mas isso nunca havia sido encarado com muita atenção. Nós entendemos de TV aberta, paga, on demand. Sabemos que tudo isso é parte da cadeia do audiovisual, mas, por alguma razão, o on-line nunca tinha sido percebido de forma séria. Esse edital da RioFilme para produção na web vem para isso. É a chancela que faltava.

Fonte: O Globo

Compartilhe:

Imagem Voltar